12 de set de 2009

OS MIXES DE 1987 e os REMASTERS 2009

Traduzido do WogBlog
Texto de Roger Stormo

Em 1987, quando o catálogo do Beatles estava para ser lançado em CD, o produtor George Martin queria voltar e remixar as versões em estéreo para dar um pouco de ar mais atual aos ouvidos da época.

Por causa de uma apertada agenda de lançamento, ele não poderia fazer isso para os quatro primeiros albuns, Please Please Me, With The Beatles, A Hard Day's Night e Beatles For Sale, marcados para lançamento em fevereiro de 1987.

Então foi decidido que eles seriam lançados em mono, cujos mixes ele estava satisfeito. A nova leva de lançamento seria com Help!, Rubber Soul e Revolver, em abril de 87, e dessa vez, Sir George tinha tempo para preparar mixes atualizados para esses albuns.

Escutando esses mixes originais ele percebeu que, enquanto Help! e Rubber Soul precisariam ser remixados, ele estava satisfeito com os mixes em estéreo de Revolver e dos albuns subsequentes. Então ele remixou Help! e Rubber Soul, e quando eles os lançaram em CD, eles tinham uma sonoridade anos 80.

Através dos anos, os fãs dos Beatles e amantes da música tiveram severas críticas aos remixes de 87 destes dois álbuns, especialmente porque eles traziam uma espécie de eco e reverberação que não estavam presentes nos mixes estéreo dos anos 60. Então, quando foram anunciados os remasters 2009, esses fãs ficaram chocados por uma vez mais usarem estes remixes inferiores de 87 para o catálogo principal (álbuns lançados individualmente ou como parte da caixa em estéreo).

Em uma entrevista por telefone que Deminski e Doyle da Detroit's Classic Rock station (FM 94,7) fizeram com Giles Martin, filho de George Martin, o produtor insperadamente jogou uma luz no porquê estes remixes foram reusados.

Deminski e Doyle achavam erroneamente que Giles estava envolvido no projeto remasters. Além disso achavam que haveria um novo remix, não apenas o remaster. Quando perceberam que estavam errados, a conversa caminhou para os bastidores dos estúdios Abbey Road e de quão confusa as coisas aconteceram. Como Giles Martin estava no estúdio remixando as músicas dos Beatles que seriam usadas no The Beatles: Rock Band game ao mesmo tempo em que o projeto remasters estava sendo tocado, ele sabia muita coisa. O que ele disse: "Rubber Soul e Help! foram remixados por meu pai em 87 para CD. E quando fizemos LOVE, pegamos YESTERDAY, e eu não podia entender porque havia tanto eco e reverberação na voz porque isso não soava como Beatles. Foi quando tempo depois eu ouvi os remasters e perguntei aos técnicos: 'como isso aconteceu?' e eles disseram 'bem, estamos remasterizando as versões de 87 de Help! e Rubber Soul'. E eu perguntei 'por que não estamos remasterizando os ORIGINAIS? nós devíamos remasterizar o originais de 1965!' E eles disseram 'bem, seu pai não ficaria muito feliz por nós não remasterizarmos as versões que ele fez nos anos 80'. Então eu fui ao meu pai e disse: 'você se importa se eles remasterizarem a versão dos anos 60?' Ele respondeu: 'eu nem me lembro de mexê-las nos anos 80!'".

Allan Rouse em uma entrevista na Record Collector: "Os remasters foram baseados nos fitas master, com excessão de dois albuns: Help! e Rubber Soul. As pessoas estão questionando o porquê da decisão. George Martin era o quinto beatle. Ele escolheu assim. Você pode questioná-lo, mas eu não vou.".

Felizmente o estéreo original de 65 não está perdido no mundo — eles o adicionaram como bonus na caixa mono destes álbuns, e só estarão a venda desta maneira, não como álbuns individuais.