10 de out de 2009

HOW THE BEATLES ROCKED THE KREMLIN

Os Beatles são do mal, segundo propaganda comunista

Em 1962, Leslie Woodhead fez as imagens que o deixariam conhecido: os Beatles tocando no Cavern Club, em Liverpool, o registro mais antigo do grupo em movimento. É o único registro em vídeo dessa fase da banda. Depois disso, ele foi para a URSS e começou a fazer documentários.

Quase 50 anos mais tarde, Woodhead uniu essas partes tão distintas da vida dele em How the Beatles Rocked the Kremlin, um filme sobre como a banda britânica ajudou a derrubar o comunismo russo (ou pelo menos, como dizem no documentário, "foram a chave da porta" dessa queda).

O vídeo, exibido pela BBC 4 este ano, tem vários pontos interessantes. Sabia que os russos pirateavam discos de rock fazendo gravações em chapas de raio X usadas? Eu não sabia, mas é verdade.

Abaixo mais uma curiosidade incrível: um clipe de propaganda comunista que discursa contra os Beatles, chamando as fãs de histéricas e tirando barato do empresário Brian Epstein. Não funcionou. A beatlemania invadiu a URSS com mais força que um batalhão militar.


USSR propaganda against the Beatles from With Lasers on Vimeo.